Justiça

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

RONDÔNIA: MPF recomenda que Seduc contrate 20 professores indígenas em Guajará

Contratação deve ser feita imediatamente; Seduc tem dez dias para responder. Segundo a CRE, problema já foi resolvido e não há falta de servidores.

COMPARTILHE

 

Conselho de Educação em Guajará-Mirim (Foto: Júnior Freitas/G1)

 

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou, nesta semana, que a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a Coordenadoria Regional de Educação (CRE) preencham o quadro de vagas de 20 professores indígenas nas aldeias de Guajará-Mirim (RO), município localizado na fronteira com a Bolívia, a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho. A Seduc tem dez dias para responder a recomendação emitida pelo MPF.

 

 


Segundo o MPF, o objetivo da recomendação é melhorar os serviços públicos prestados aos serviços indígenas em relação à educação específica, intercultural, diferenciada, multilíngue e comunitária, e que os órgãos responsáveis adotem medidas de caráter pedagógico.

 

 


As recomendações para a Seduc e para a CRE são diferentes, com intuito de resgatar, preservar e promover a tradicionalidade indígena e reconhecer a riqueza de cultura que ela representa.

 

 


O MPF determinou que a Seduc faça a contratação imediata dos candidatos aprovados no concurso público de 2015, que são de 20 professores indígenas e 14 técnicos educacionais nível 1.

 

 


Em relação a CRE, a determinação foi que o órgão faça dentro de um prazo de 45 dias um grupo de trabalho entre o Núcleo da Educação Escolar Indígena e a equipe pedagógica da Escola Estadual Alexandrina do Nascimento Gomes, para elaborar, deliberar e aprovar o Plano Político Pedagógico (PPP), tendo 30 dias para enviar o relatório das atividades de conclusão.

 

 

 

Outro lado

 

 


Procurada pelo G1 nesta quinta-feira (26), a atual coordenadora do Núcleo da Educação Escolar Indígena da CRE de Guajará-Mirim, Jap Verônica Oro Mon, declarou que não falta professores nas áreas indígenas e que no último mês de setembro foram convocados 60 professores indígenas, suprindo as lacunas que existiam.

 

 

 

“O problema já foi resolvido. O concurso de 2015 abriu vaga para 20 professores indígenas e tivemos a última posse no dia 14 de setembro deste ano, onde foram convocados mais de 50 professores indígenas e contemplou todas as escolas para nível A e B. No total temos 38 escolas indígenas e 124 professores”, declarou servidora.

 

Jap Verônica (Foto: Júnior Freitas/G1)

Jap Verônica (Foto: Júnior Freitas/G1)

Fonte: Por Júnior Freitas, G1 Guajará-Mirim e Região

ERIELTON VENTUROSO

Rolim de Moura - RO

Noticiário Geral

Neri P. Carneiro

Rolim de Moura - RO

Variedades

Acir Gurgacz

Porto Velho - RO

Política

Luiz Paulo - DESTACA

Rolim de Moura - RO

Geral

Fernando Garcia Lima

Rolim de Moura - RO

Folha da Mata

Menina motivou fila para doação de medula e fará transplante com pai 50% compatível

49 visualizações

POLÍCIA É CHAMADA PORQUE MULHER NÃO LARGAVA O PÉ DO MARIDO. VEJA O VÍDEO!

603 visualizações

Tata Bonela - Saudade do meu ex - Marília Mendonça Cover

46 visualizações

Homem flagra traição da esposa e vídeo viraliza

696 visualizações

Professora mandava ‘nudes’ e exigia sexo para aumentar notas de alunos - VÍDEO

3112 visualizações

TRIBUNA TOP DO POVO - Aqui você é Top!

Todos direitos reservados - Maio/2013 - Rolim de Moura - RO

EXPEDIENTE: Diretor responsável: ERIELTON VENTUROSO PINHEIRO - DRT/RO 1409 - Fone: (69) 8415-5956

Jornalista Responsável: ERIELTON VENTUROSO PINHEIRO - DRT/RO 1409 - Fone: (69) 8415-5956

Arte Finalista e Designer: Criação e tratamento de Artes: Fábio Jaguar - Fone: 8501-9990

Fotógrafos: João Evangelista - Fone: 8408-7908 / José Colde - Fone: 8407-0915

Contato: (69) 3442-6961 / tribunatop@hotmail.com / erieltonventuroso@hotmail.com

WEBMAIL ADM