Rondônia

terça-feira, 21 de julho de 2015

Marfrig confirma fechamento de unidade frigorífica em Chupinguaia

Demissão em massa pode provocar “colapso econômico” em Chupinguaia.

COMPARTILHE

 

 

Acabou a novela. Em reunião realizada na tarde desta segunda-feira, 20, no Ministério de Trabalho, em Vilhena, entre representantes do frigorífico, comissão de trabalhadores da empresa e lideranças políticas, ficou decidido o fechamento do Marfrig, em Chupinguaia.

 

 

Foram várias as reuniões para tentar evitar o fechamento da unidade, o que foi impossível, tendo em consideração que – conforme representantes – a empresa instalada em Chupinguaia está gerando prejuízos ao grupo desde o ano 2011.

 

 

A queda na comercialização da carne bovina foi uma situação negativa para a empresa. A discussão foi presidida pela Juíza do Trabalho, Fernanda Antunes Marques Junqueira.

 

 

Na reunião, algumas propostas foram feitas pelos representantes do frigorífico aos funcionários, como recolocação de mão de obras aos empregados que demonstrem interesse, sendo 102 vagas disponíveis para remanejamento imediato, sendo 24 na unidade de Rolim de Moura (RO), 17 em Tangará da Serra (MT), 16 em Paranatinga (MT) e 45 em Tucumã (PA). Nestes casos, a empresa oferece, dentro de sua política de transferência, 30 dias de hospedagem em hotel, a ser custeada pela empregadora, além de um salário adicional e pagamento do transporte para realização a mudança.

 

 

Outra proposta seria o pagamento de verbas rescisórias decorrentes da ruptura unilateral do contrato de trabalho; pagamento de indenização adicional correspondente a 1 salário mínimo para os trabalhadores que contam com menos de 1 ano de contrato de trabalho; já para aqueles que contam com mais de 1 ano a indenização é de 2 salários e, para os que contam com mais de 2 anos, a indenização é de 3 salários. O pagamento será efetuado mensalmente.

 

 

Dentro da proposta está o pagamento de cesta básica mensal até dezembro de 2015, curso de qualificação de mão de obra e, para aqueles trabalhadores atingidos com a cessação do contrato de trabalho, a empresa se compromete a dar preferência para nova contratação dentro do prazo de 1 ano.

 

 

O fechamento da Marfrig pode provocar um “colapso econômico” no município, já que a empresa opera com mais de mil empregos diretos e indiretos.

Fonte: Extra de Rondônia

ERIELTON VENTUROSO

Rolim de Moura - RO

Noticiário Geral

Neri P. Carneiro

Rolim de Moura - RO

Variedades

Acir Gurgacz

Porto Velho - RO

Política

Luiz Paulo - DESTACA

Rolim de Moura - RO

Geral

Fernando Garcia Lima

Rolim de Moura - RO

Folha da Mata

Professora ameaça criança em creche: `Vou furar sua cabeça`

163 visualizações

Homem é esfaqueado e pede ajuda em frente a igreja na zona sul de Porto Velho

147 visualizações

VÍDEO: Bandidos arrombam parede de agência do Banco do Brasil de Nova Brasilândia e furtam armas

297 visualizações

Parto é realizado dentro da viatura do Corpo de Bombeiro no Bairro Cidade Alta em Rolim de Moura

218 visualizações

Idoso é socorrido com suspeita de fratura após acidente à caminho da igreja, em Rolim de Moura

173 visualizações

TRIBUNA TOP DO POVO - Aqui você é Top!

Todos direitos reservados - Maio/2013 - Rolim de Moura - RO

EXPEDIENTE: Diretor responsável: ERIELTON VENTUROSO PINHEIRO - DRT/RO 1409 - Fone: (69) 8415-5956

Jornalista Responsável: ERIELTON VENTUROSO PINHEIRO - DRT/RO 1409 - Fone: (69) 8415-5956

Arte Finalista e Designer: Criação e tratamento de Artes: Fábio Jaguar - Fone: 8501-9990

Fotógrafos: João Evangelista - Fone: 8408-7908 / José Colde - Fone: 8407-0915

Contato: (69) 3442-6961 / tribunatop@hotmail.com / erieltonventuroso@hotmail.com

WEBMAIL ADM