Política

domingo, 29 de setembro de 2013

Assembleia Legislativa aproxima interligação com a Bolívia, através de Costa Marques

Com a realização de audiência pública, Poder Legislativo contribui para que o sonho de ligação terrestre entre Costa Marques e Trinidad, na Bolívia, possa se tornar realidade.

COMPARTILHE

 

Foto: Decom/ALE

 

A Assembleia Legislativa realizou na manhã deste sábado (28) uma audiência pública em Costa Marques para discutir a ligação terrestre entre o Brasil e a Bolívia. O evento foi realizado no salão da Basílica Menor Divino Espírito Santo, com a presença de autoridades brasileiras e também bolivianas.

 

Proposta pelo deputado estadual José Lebrão (PTN), a audiência serviu para ampliar o debate sobre a possibilidade de interligação entre os dois países, através da estrada ligando Costa Marques até Trinidad, capital do Departamento do Beni.

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Hermínio Coelho (PSD) abriu os trabalhos, ao lado dos deputados estaduais Glaucione Rodrigues (PSDC) e Lebrão. Os deputados federais Anselmo de Jesus (PT) e Marinha Raupp (PMDB), o general Ubiratan Poty, comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, o prefeito de Costa Marques, Chico Território (PT) e vereadores de municípios da BR-429 também estavam presentes.

 

Já ao final da reunião, o governador Confúcio Moura (PMDB) chegou à audiência pública, acompanhado do senador Valdir Raupp (PMDB) e dos deputados estaduais Jean Oliveira (PSDB) e Luizinho Goebel (PV). Secretários de Estado e assessores do Governo também estavam presentes.

 

Foto: Decom/ALE

 

Representando a Bolívia, o secretário geral do Governo do Beni, Raul Roca, o deputado e presidente da Assembleia Legislativa do Beni, Alex Abidar, deputados, prefeitos e vereadores estiveram presentes.

 

Hermínio Coelho disse que a necessidade de crescimento abre mais esse desafio e que a Assembleia Legislativa tem atuado em todas as frentes. “O Legislativo está tomando a frente nessa luta, para que as autoridades dos dois países possam estabelecer um termo de cooperação e tornar a obra uma realidade”, completou.

 

Em sua fala, o deputado Lebrão disse que “são 28 quilômetros de asfalto que precisam ser construídos até o Forte Príncipe da Beira, para em seguida a ligação via balsa, até a Bolívia. Somos dois Estados ricos, mas que éramos ‘fundo de quintal’ dos nossos países. É a hora de fazermos acontecer esse sonho antigo, que agora se aproxima da realidade, em curto espaço de tempo”.

 

Ele agradeceu à presença dos deputados federais Marinha e Anselmo, e pediu que a bancada federal se mobilize por esse benefício para Rondônia e ao Brasil. “Esperamos um acordo inicial aqui, para que, dentro de 60 dias, nós possamos ter um tratado de cooperação assinado. Aqui, não temos cor partidária, mas sim um compromisso mútuo para que a estrada se torne uma realidade”, destacou Lebrão.

 

A deputada Glaucione reforçou o seu apoio como parlamentar para que a interligação aconteça. “A região da BR-429 e Rondônia ganham com essa interligação e mais a frente, vamos poder comprovar o crescimento do Vale do Guaporé com essa ação tão importante”, relatou.

 

Luizinho Goebel destacou que “Costa Marques vai ser a sede do corredor do desenvolvimento da região, de Rondônia e do Brasil. Podem contar com o meu apoio”.

 

Já Jean Oliveira declarou que “não se torna realidade o que não se busca. Essa audiência tenho certeza, vai fortalecer o processo de cooperação e passar à realidade a integração binacional”.

 

O governador Confúcio se colocou à disposição para estabelecer esse elo entre os dois países. “Há uma interação natural entre os dois povos e mais esse trabalho em conjunto vai estreitar ainda mais esse laço fraterno que nos une. Temos muito a vender e a comprar junto à Bolívia”, destacou.

 

Uma nova audiência foi marcada para o dia 09 de novembro, em Trinidad, na Bolívia. Ao final, o governador assinou a ordem de serviço para a execução de 10 quilômetros de asfalto urbano, em Costa Marques.

 

Bancada federal se compromete

 

A deputada federal Marinha afirmou que “melhorar a logística é importante para todo o processo de desenvolvimento econômico. Como membro da Comissão de Transporte da Câmara Federal, sei da importância da discussão do projeto de interligação das fronteiras. Teremos na próxima semana, o anúncio do projeto de construção da ponte entre o Brasil e Bolívia, em Guajará-Mirim, que abre espaço para esta discussão também”.

 

Ela anunciou que vai comunicar à Agência Nacional de Transportes Aquáticos (Antaq) sobre a necessidade de estudos do trecho da travessia com a balsa e encaminhar informações ao Ministério da Defesa e ao Itamaraty.

 

Anselmo de Jesus colocou-se à disposição para mobilizar os ministérios envolvidos na obra. “Não é a primeira parceria e cooperação que o Governo brasileiro faria com a Bolívia e vamos trabalhar por esse novo momento”.

 

O senador Raupp afirmou que “aqui já está havendo a integração, com autoridades brasileiras e bolivianas se reúnem para discutir algo em comum. Com essa mobilização, creio que teremos avanços para que haja a interligação via Costa Marques”.

 

Prefeitos defendem a interligação

 

Presentes ao evento, os prefeitos de municípios da BR-429 destacaram a importância da interligação terrestre entre os dois países. O prefeito de Costa Marques, Chico Território (PT) reforçou que a cidade “não é fim de linha, mas sim o começo da BR-429. É mais um passo importante que estamos dano no rumo do nosso sonho de interligação com a Bolívia”.

 

Por outro lado, o prefeito de São Miguel do Guaporé, Zenildo Pereira (PT) destacou que "a região do Vale do Guaporé é muito rica e composta por pessoas batalhadoras e honestas. A interligação com o país vizinho iria aumentar ainda mais os lucros do setor”.

 

A prefeita de São Francisco do Guaporé, Gislaine Lebrinha (PP) destacou que “a audiência pública é um grande passo para que essa interligação se concretize. Está de parabéns a Assembleia Legislativa por mais esta iniciativa. Tenho certeza de que não apenas o Vale do Guaporé, mas todo o Departamento do Beni vai ganhar”.

 

Já o prefeito de Seringueiras, Armando Bernardo (PMDB) também defendeu a ligação binacional.

 

Empresa estuda implantar balsa para travessia

 

Representando a Rondonave Navegação, William Tadeu Lemes de Araújo confirmou o interesse da empresa em implantar uma balsa para a travessia do rio Guaporé, permitindo a ligação terrestre entre os dois países.

 

“A implantação da balsa iria gerar o recolhimento de ISS á prefeitura de Costa Marques, gerar empregos dos dois lados. Mas, ele falou que é preciso conhecer a profundidade do rio Guaporé no trecho de navegação da balsa e saber outros detalhes sobre a construção das encostas e termos técnicos. Queremos contribuir nesse processo, mas tem que haver discussão em conjunto”.

 

Exército não se opõe à interligação

 

Ubiratan Poty manifestou a sua alegria com a possibilidade de integração entre os países vizinhos. “Aqui é uma região afastada, mas é interesse do Estado brasileiro que não apenas o Brasil se desenvolva, mas também os nossos vizinhos. A estrada passará em área do Exército Brasileiro e é importante que o Ministério da Defesa tome conhecimento oficial, mas o Exército não tem nenhuma objeção à obra”.

 

Autoridades bolivianas destacam acesso ao Pacífico

 

Para Alex Bidar, “o grande diferencial é a possibilidade de acesso aos portos do Pacífico, no Chile ou Peru, para o escoamento da soja e de outros produtos. O Governo Evo Morales está concluindo uma série de estradas que vão reduzir em cerca de 1.000 quilômetros a distância aos portos. Para a Bolívia, representará mais oportunidades de negócios e de aproximação do Brasil”.

 

Raul Roca afirmou que “vamos trabalhar para a implantação de uma estrada que seja possível receber os produtos brasileiros, para serem levados até o Pacífico. Essa ligação interessa diretamente a todos”.

 

Por onde a estrada passará?

 

A ligação principal seria entre Costa Marques, via Forte Príncipe da Beira, à cidade de Trinidad, que é a capital do Departamento do Beni e conta com cerca de 85 mil habitantes. O trecho entre as duas cidades é de 320 quilômetros, com 120 já asfaltados e com pontes construídas. Restam 200 quilômetros de estradas não pavimentadas, mas trafegáveis em todo o ano.

 

Antes, saindo de Costa Marques, a rodovia passa por San Joaquin com pouco mais de 8 mil habitantes e depois San Ramon, com cerca de 6.500 moradores.

 

Chegando a Trinidad, há ligação asfáltica até La Paz, com 600 quilômetros de extensão, e até Santa Cruz de La Sierra, com 550 quilômetros de extensão.

Fonte: Decom/ALE
VERSÃO IMPRESSA

EDIÇÃO 0153

ERIELTON VENTUROSO

Rolim de Moura - RO

Noticiário Geral

Neri P. Carneiro

Rolim de Moura - RO

Variedades

Acir Gurgacz

Porto Velho - RO

Política

Luiz Paulo - DESTACA

Rolim de Moura - RO

Geral

Fernando Garcia Lima

Rolim de Moura - RO

Folha da Mata

Onça mata homem e restos são encontrados em acampamento. Assista ao vídeo

1571 visualizações

Cobra engole galinha e morador grava vídeo do descaso de JACI-PARANÁ

313 visualizações

ROLIM DE MOURA: Camionete F1000 atropela casal em motocicleta deixando marido morto e esposa ferida

212 visualizações

Em 4 dias, Dora se torna a cacolaense mais conhecida de todos os tempos!!!

447 visualizações

CORPO DE HOMEM É ENCONTRADO EM ENCHENTE CENAS FORTES

293 visualizações

TRIBUNA TOP DO POVO - Aqui você é Top!

Todos direitos reservados - Maio/2013 - Rolim de Moura - RO

EXPEDIENTE: Diretor responsável: ERIELTON VENTUROSO PINHEIRO - DRT/RO 1409 - Fone: (69) 8415-5956

Jornalista Responsável: ERIELTON VENTUROSO PINHEIRO - DRT/RO 1409 - Fone: (69) 8415-5956

Arte Finalista e Designer: Criação e tratamento de Artes: Fábio Jaguar - Fone: 8501-9990

Fotógrafos: João Evangelista - Fone: 8408-7908 / José Colde - Fone: 8407-0915

Contato: (69) 3442-6961 / tribunatop@hotmail.com / erieltonventuroso@hotmail.com

WEBMAIL ADM